Agenda de palestras ABRIN TALKS foi atração no 3º dia da feira
Juliano Kimura fala sobre inovação digital em palestra na ABRIN

Entre a oportunidade de fechar uma negociação e outra, a feira de brinquedos desta quarta-feira (07/03) teve uma agenda de bons assuntos tratados nas palestras da ABRIN TALKS.

Parte deste conteúdo a palestra de Ana Amélia de Cesaro, sócia-diretora da Play Pesquisa e Conteúdo Inteligente, entreteve o público que lotou o espaço reservado para a ABRIN TALKS abordando a temática do brincar ou divertir-se.

Em 30 minutos de palestra, Ana Amélia de Cesaro, sócia-diretora da Play Pesquisa e Conteúdo Inteligente, entreteve o público que lotou o espaço reservado para a ABRIN TALKS  

O que as crianças de hoje buscam no mercado de brinquedos? Para responder a esta pergunta, a Play trouxe os resultados de uma pesquisa realizada com crianças entre seis e oito anos de idade.

Para falar sobre o tema proposto: "A # brincar ou divertir-se? As 10 verdades sobre como a criança de seis a oito anos olha para este mercado!", Ana mencionou uma pesquisa conduzida pela Play com 1.000 crianças das classes A, B e C.

Mas o que de fato interessa a essa meninada? Seguem os dados compilados: 70% afirmaram gostar de vídeos no YouTube, 60% de pega-pega, 58% de Baby Alive e 57% de heróis.

   

A conclusão que se tira neste ponto é que a criança está incluindo coisas ao seu repertório de brincadeiras; não excluindo. Ela "ainda" brinca, mas a lógica do brincar está mudando. Para elas, brincar precisa ser engraçado 100% do tempo. Ou seja, o conteúdo precisa ser divertido, ou está fadado ao fracasso.

Outro que entreteve o público na ABRIN TALKS foi Juliano Kimura, que falou sobre inovação digital.

Autor de "O Livro Secreto das Redes Sociais", Kimura abriu sua apresentação falando da geração de "nativos digitais", aquelas crianças que aos dois anos de idade já sabem desbloquear os celulares dos pais, que pensam em tempo real e para as quais o mundo é touch.

   

Se bem trabalhadas, levando em consideração conceitos de gestão de comunidades e de influenciadores, Kimura é categórico ao afirmar que as redes sociais geram resultados altamente positivos para as empresas, proporcionando uma comunicação bilateral entre elas e o seu público-alvo.

E é estas crianças que o amanhã deve ser pensado e este futuro passa necessariamente pelas redes sociais, cujos pilares são o fomento do diálogo, a produção de conteúdo interativo e o impulsionamento direcionado.

O futuro, na feira Abrin é hoje, pois ainda que não seja permitida a entrada de crianças para visitação da feira, muitas foram vistas vagando pelos corredores da feira. Detalhe: estavam devidamente credenciadas, e num olhar mais atento aos seus crachás, podia-se ver a inscrição: Influenciadores Digitais – Mídia Social.

Deputado Arnaldo Faria de Sá, ao lado da secretaria a ABRINQ, Nádia Mesquita, durante sua visita à 35ª. Feira Abrin  

Muitas. Muitas delas têm canais nas redes sociais, com milhares de seguidores, daí o interesse em vir para a feira em busca de conteúdo para seus projetos digitais.

É o que estava fazendo Pietra Martins, que justamente neste dia completava 7 anos de idade, "trabalhando" para seu canal no Youtube. A redação da Revista Brincar encontrou ela no estande da Candide, onde a menina queria descobrir, como qualquer visitante da Abrin, as novidades do Mundo LOL. (confira o vídeo)

Vídeo 1:


Vídeo 2:

Leia também:
- Com lançamento de 1.100 brinquedos, já começou em São Paulo a feira Abrin-2018
- Brinquedos interativos e educativos se destacam nesta edição da feira Abrin


 


 

 
1997-2018 Editora Quatro Estações - Todos os Direitos Reservados