Rodadas de Negócios da Abrin propiciaram perspectivas de fechar negócios com novos fornecedores
 

Se para muitos compradores a 35ª. edição da feira Abrin já é um modelo de evento consagrado na agenda de negócios, existem empresas que estão começando, e que para eles é a oportunidade de participar pela 1ª. da feira.

Carolina Santina dos Santos, representante da Tese Brinquedos

É o caso da Tese Brinquedos, que visita pela primeira vez a ABRIN e participa das rodadas de negócios com perspectivas de fechar negócios com novos fornecedores amplia portfólio da empresa.

Carolina Santina dos Santos, representante da Tese Brinquedos, é só elogios para o modelo de rodadas de negócios das quais participou na ABRIN 2018. "É uma ótima forma de aproximar o comprador e fornecedores, além de ficarmos por dentro das novidades", afirma.

Julio Ezagui, diretor da rede Toy Boy

Já para Julio Ezagui, representante da rede Toy Boy, com 14 lojas de brinquedos no Estado do Rio de Janeiro e presidente da ALBB (Associção Brasileira de Lojistas de Brinquedos), a feira não é novidade, mas as Rodadas de Negócio, sim. Tanto que ele resolveu arriscar, e acabou sendo surpreendido positivamente.

Com dois dias de reuniões pré-agendadas, supermercados Irmãos Muffato tem grandes expectativas de fechar bons negócios. Rosangela dos Santos, representante da rede de supermercados Irmãos Muffato, com 54 lojas entre os Estados do Paraná e São Paulo, define a participação nas rodadas de negócios da ABRIN 2018 como "muito válidas do ponto de vista comercial, sendo uma excelente oportunidade tanto para estreitar o relacionamento com a indústria, como iniciar parcerias com novos fornecedores".

O 4º e último dia da feira de brinquedos também esteve movimentado no período da manhã, com gente circulando nos corredores e nos estandes negociando com os expositores.

Rosangela dos Santos, representante
da rede de supermercados Irmãos Muffato
Bebês realistas são apresentados no estante da Baby Brink

Foi mais um dia de oportunidade de conhecer os lançamentos dos fabricantes, muitos deles ainda em "mock up", que é a forma que os expositores encontram de trazer produtos para serem avaliados pelos compradores.

Produtos prontos, em sua maioria eram os importados, ou ainda alguns que tinham sido lançados no final de 2017 e que aproveitam a Abrin para debutar na apresentação para os compradores.

Aires Fernandes, diretor de marketing da Brinquedos Estrela durante a Abrin-2018

Entre os importados, a Brinquedos Estrela apresentou o Zak Storm Super Pirate, cujo licenciador máster é Ban Dai, um jogo interativo e desafiador, do jeito que a garotada gosta. A animação já está sendo exibida na Discovery Kids e o App do jogo já tem mais de 200 mil downloads, mesmo que nenhum produto não tenha sido comercializado ainda, que só chegarão às lojas em junho.

Aires Fernandes, diretor de marketing da Brinquedos Estrela explica a temática do brinquedo e sua interatividade com o jogo virtual. (confira o vídeo)

Leia também:
- Com lançamento de 1.100 brinquedos, já começou em São Paulo a feira Abrin-2018
- Brinquedos interativos e educativos se destacam nesta edição da feira Abrin

 
1997-2018 Editora Quatro Estações - Todos os Direitos Reservados